Qualificando Relações

Recarregue as energias em família...E acabe com o estresse do trabalho

  • Dom, 01 de Maio de 2016

    Um feriado a menos?

    Dia 1 de Maio é o Dia Internacional do Trabalhador ou do Trabalho. No Brasil é feriado instituído pelo presidente Artur Bernardes, em 1925. Historicamente é dia de protestos, festas ou mesmo momento de anúncio de aumento dos salários.

    São os ganhos financeiros do trabalho que possibilitam o sustento das famílias, e proporcionam qualidade de vida aos indivíduos. Mas até que ponto o trabalho traz qualidade de vida? Percebe-se que a rotina diária de algumas profissões é estafante. Tudo é para ontem, não há valorização do profissional e os smartphones não deixam sossegar mesmo fora do horário laboral. É o estresse que chega, muitas vezes pelo medo de não ser competente ou de não parecer profissional. Em algumas situações o estresse vira burnout, uma síndrome de esgotamento. E quando se chega a esses estados, a qualidade de vida pretendida já foi pro brejo.

    Mas como evitar que se chegue a esse ponto? Bem, poderia escrever aqui diversas dicas como por exemplo dormir 8 horas por noite, se alimentar adequadamente, praticar exercícios físicos, evitar escutar "fofocas", não olhar os emails fora do horário de trabalho, etc.

    Porém, uma coisa é fundamental: fazer algo que se gosta muito, pelo menos 1 vez por semana e envolver a família na atividade. Aproveitar aquele pouco tempo que se tem com a família para olhar os filhos. Olhar com os olhos do coração. Ouvi-los e ser empático com seus sentimentos, vê-los crescer, rir afetivamente das suas brincadeiras. Isso fortalece vínculos, qualifica a rede de apoio, relaxa e proporciona bons momentos a todos.

    Em meio a uma rotina caótica, é preciso inventar espaços de afeto, de partilha em família para que se possa descarregar o estresse, recarregar as baterias e assim voltar ao ambiente de trabalho mais leve e pronto para encarar as adversidades.

    Esse 1 de maio cai num domingo. Um feriado a menos, geralmente se pensa. Mas quem sabe é um sinal de que se possa aproveitar os domingos para diversão em família, sem precisar esperar o próximo feriado?

    Viviane Grafitti – Psicóloga clínica – CRP 07/23210
    Terapeuta de Casal e Família pelo CEFI