Qualificando Relações

Ação na Redenção no dia 24/09 - Vamos conversar sobre suicídio?

  • Ter, 12 de Setembro de 2017

    CEFI - Centro de Estudos da Família e do Indivíduo no Setembro Amarelo

    O CORA - Núcleo de Luto do CEFI - vai fazer uma ação de orientação sobre o suicídio no Parque da Redenção, em Porto Alegre. Os especialistas vão dar orientações e esclarecimentos sobre o tema, focando na prevenção do suicídio. De acordo com a Campanha Setembro Amarelo 2017, mais de 1 milhão pessoas morrem por suicídio a cada ano em todo o mundo.

    O Centro de Estudos da Família e do Indivíduo oferece atendimento psicológico e psiquiátrico especializado em Luto. Além disso, o CEFI é referência em cursos de pós-graduação e aperfeiçoamento para profissionais da área da saúde que querem atuar nesta área.

    Veja algumas dicas do CORA para os pais de adolescentes:

    - Preste atenção no seu filho, converse sobre a vida, sobre futebol, sobre amor, futuro, filmes, teatro, vídeo game, sexo, relações, amizades, música – você poderá se surpreender conheça-o.

    - Respeite as diferenças que existem entre vocês. Conte a ele de onde vem a suas opiniões e posições. Escute e aprendam juntos!

    - Mantenha um canal de comunicação como rotina – Whatsapp, Facebook, mensagem, ligação, café da manhã, almoço. Estabeleça um diálogo sem julgamentos ou cobranças. A conversa só existe se as partes tiverem chance de falar e de ouvir.

    - Saiba onde ele está, com quem, fazendo e o quê. Os filhos são responsabilidade dos pais, não a transfira para ninguém. Sim, eles lhe devem satisfação! Observe como e quem são as amizades do seu filho. Conheça as pessoas com quem ele se relaciona.

    - Lembre-se que na adolescência tudo é intenso e pode parecer definitivo – não desconsidere os sentimentos do seu filho. Pergunte se ele está bem? Fale da sua preocupação com ele, dos seus sentimentos e da sua presença para o que der e vier. Lembre-se: crescer pode ser muito dolorido e tudo pode acalmar se você estiver verdadeiramente junto.

    - Lembre-se: tristeza dói. Saiba que tristeza não é depressão. Reconheça a tristeza como parte dos muitos lutos que a adolescência representa. Tristeza dá e passa. Depressão persiste. Tenha claro que depressão não é frescura, nem falta do que fazer e nem vontade de chamar atenção. Depressão dificulta a condição de encontrar saídas para os problemas.

    - Preste atenção nas mudanças de comportamento – nem todas fazem parte "da fase" e podem indicar que algo está acontecendo.

    - Há uma diferença muito grande em querer se matar e estar com vontade de morrer (para parar de sofrer por algum motivo ou sair de uma situação incômoda). Converse sobre isso com seu filho – fale sobre frustração, tolerância, persistência. Conte que a vida nem sempre é como planejamos, que as vezes dá certo e muitas outras dão erradas e é assim, este é o movimento do viver!

    - Não hesite em procurar ajuda de um profissional que você confie, caso esteja com alguma dúvida, os pais aprendem a serem pais com filhos. As dúvidas fazem parte deste processo.

    O Suicídio também vai ser abordado do 1° Congresso CEFI - Integrando Diferentes Abordagens. O evento vai acontecer no Hotel Embaixador de 28 a 30 de setembro, em Porto Alegre. As inscrições estão abertas no site: congressocefi.com.br

    Serviço: Ação na Redenção no dia 24/09 - Vamos conversar sobre suicídio? Das 8h às 18h.